web analytics

20150424_122057

Eu tirei os sapatos
E andei livremente.
Muitos passos ja dei ate aqui.
Mas estava na hora de tirar os sapatos.

Eu tirei os sapatos
E me senti bela
De calça amarela
Andando descalça
Pelo caminho.

Meus pés ficaram quentes no caminho de pedras.
Meus pés ficaram dormentes por causa das pedras quentes.
Meus pés ganharam calos novos no caminho.
Mas agora os calos são nas plantas dos pés.

Essas plantas do caminho são muito verdes.
Dá pra ver o sol iluminando as plantas.
Dá pra ver o colorido das flores.
Dá pra sentir o solo arenoso e marrom.
Em contraste com a cor viva de tudo ao redor deste traste.. que ficou pra trás.

Agora o desenho é novo.
Ninguém veio junto. Só eu.
Neste novo contorno sem retorno.

Eu ando livre. Descalça. Eu olho pra frente e pra cima. Aqui não tem cortina
Pra cegar meus olhos.
As sandálias ficaram para trás…assim como os sapatos.
Agora é calçar novos.
Depois.
Hoje eu so quero andar mais um pouco.

Hoje eu não quero nem olhar pra trás.


Melissa Zorzanelli 24/04/2015

(524)




Escolhendo os serviços para sua viagem, clicando nos banners abaixo,
você não paga nada a mais por isso e dá comissão para a manutenção do blog:
Escolha sua HOSPEDAGEM no BOOKING:
Escolha um SEGURO para sua viagem:
Escolha passeios com a VIATOR:
Viator
Siga o Descortinando Horizontes nas redes sociais 
redes 

sociais do descortinando horizontes

Receba as novidades do Descortinando Horizontes por email 

(não se esqueça de validar a inscrição clicando no link que você vai receber no seu email)

  Instagram Google + Facebook Twitter