web analytics

natal anos 70

foto do blog Adolescenciacaldasnovasanos70e80

Quando ela era pequena, sua família não armava árvore de natal e sua maior lembrança é de um presente que ganhou do namorado da vizinha: uma caixa cheia de maçãs, pois essa fruta era rara na cidade em que morava, que era uma cidade muito quente e no interior do Estado. Pronto, passou a ter horror de maçã, pois aquele cheiro impregnou na caixa e em tudo mais. Ficou anos sem experimentar uma maçã de novo. Até hoje, aos 80 anos, não é muito fã.

Já ele, quando ganhava algum presente era um par de meias ou algo assim de alguma tia, no máximo.

Então, após se casarem, ele quis fazer tudo diferente. O Natal seria mais animado e haveria mais presentes.

As crianças ainda eram pequenas. Eram cinco. O primeiro menino nasceu em 1955 e assim seguiu-se de uma menina em 1957, e outro menino e depois mais duas meninas. As crianças eram espoletas demais. Mas uma delícia. Ter uma família grande era tudo o que ela queria. E conseguiu.

Chegou o Natal. Todo ano era a mesma coisa. E era muito bom. Bons tempos esses em que moravam em São Bernardo, na Grande São Paulo.

Na véspera, dia 24, as crianças iam dormir cedo, lá pelas 20h30. Elas já sabiam que encontrariam os presentes no dia seguinte. Havia uma árvore, mas Raul queria que tudo fosse colocado nos cantos da sala da casa e em cada canto havia um bolo de presentes para cada um dos filhos. Aquilo que eles queriam e precisavam e pediam. Ao longo do mês, iam comprando e juntando tudo. Bicicleta, boneca, estava tudo embalado para o dia do natal.

Agora poderiam sair e aproveitar a noite com os amigos. Mizinha ficava cuidando das crianças, que já estavam deitadas e a primeira casa já os esperava. Eram de Ítala e Rui. Ali eles comiam um pernil gostoso e bebiam alguma coisa. Logo saíam todos juntos. O carro de Rui seguia o de Ralf para chegar na casa de outro casal de amigos. Ali aproveitavam um pouco mais. E logo saíam os três casais em caravana para a casa do próximo casal. Todos trabalhavam juntos no Banco. E todos tinham várias crianças. Quem tinha menos, tinha três.

E assim era a noite toda, sendo que eram uns oito casais. Até chegar na casa de Jóvio e Lucia, onde terminavam com um caldinho, um sopinha de ervilha e palmito. Na noite de São Paulo sempre fazia friozinho, então era uma ótima pedida. E a conversa corria solta. As risadas eram sempre altas e a alegria reinava. Era mesmo um tempo muito bom.

Cada casal era de um lugar do Brasil. Eles moravam longe de suas famílias, seus pais. Um vinha de Formiga – MG, outro do Pará, mas não passavam um natal triste.. Eles faziam a felicidade juntos.

Mas não terminava aí alta madrugada. Eles davam uma esticadinha e o café da manhã era na casa de Ralf. A noite terminava na manhã seguinte com todos juntos tomando café na casa do primeiro casal. Que delícia de farra.

Nesse momento as crianças já estavam acordando e correndo para os cantos da sala a abrir seus presentes de natal. Cada uma tinha vários presentinhos. E Ralf e sua esposa ficavam muito felizes!

Em Janeiro, eles se preparavam para ir para Vitória, onde os pais dela moravam e passavam as férias por lá.

Mas no ano seguinte, tudo se repetia e as lembranças são as melhores de um tempo que não volta mais….

Hoje cada uma dessas cinco crianças tem outras e até netos já nasceram. E a vida continua de forma diferente, mas não sem a mesma alegria.

FELIZ NATAL AOS LEITORES DO DESCORTINANDO HORIZONTES!!

Nesta data celebramos o nascimento do Menino Jesus. Leia aqui o que é o Natal.

Essa crônica é baseada em fatos reais e quem me contou foi minha avó hoje de tarde. Era o natal dela com vovô há muitos anos atrás.

(293)




Escolhendo os serviços para sua viagem, clicando nos banners abaixo,
você não paga nada a mais por isso e dá comissão para a manutenção do blog:
Escolha sua HOSPEDAGEM no BOOKING:
Escolha um SEGURO para sua viagem:
Siga o Descortinando Horizontes nas redes sociais 
redes 

sociais do descortinando horizontes

Receba as novidades do Descortinando Horizontes por email 

(não se esqueça de validar a inscrição clicando no link que você vai receber no seu email)

  Instagram Google + Facebook Twitter